Notícias


O "online", que aproxima no distanciamento!

Data: 08/06/2021 | 0 Comentário


Compartilhe

          

Março de 2020: a pandemia da Covid-19, causada pelo coronavírus, muda todos os rumos, adia todos os sonhos, limita a liberdade mais básica, impõe o distanciamento e o confinamento, impede o trabalho e os estudos presenciais em todos os níveis de ensino.

     Colapso mundial.

     Mas a espécie humana, que se destaca de outras espécies de seres vivos por serem dotados de inteligência e de terem a capacidade de adaptação quando as condições de vida não são tão favoráveis, buscou alternativas para continuar sua jornada no planeta e criou o chamado "novo normal". Já que o espaço produtivo de todas as pessoas era agora a própria casa, para não perderem o vínculo com o trabalho, ele passou a ser "home-office" e para não perderem o vínculo com os estudos e com as Escolas, as aulas e outras atividades escolares passaram a ser oferecidas à distância, por meio de aulas remotas online síncronas (em tempo real) e, algumas delas, assíncronas (gravadas). Tudo isso, é de conhecimento de todos.

     Com a agilidade de uma Instituição de Ensino Superior que busca sempre oferecer aos seus alunos ensino de qualidade sem perda de tempo, a UNIESP S/A preparou seu capital humano para a continuidade desses estudos e com a mesma qualidade de sempre nesse "novo normal". Os professores, que merecem destaque desde o início da pandemia tendo em vista que não apenas se reinventaram, buscaram novas estratégias e metodologias mediadas pela tecnologia digital, aprimoraram-se no que sempre fizeram de melhor como educadores, e passaram a ministrar suas aulas  remotas em tempo real (presenciais "online) e com tudo que há de melhor, de tal forma que, em 2020 e no primeiro semestre  de 2021, 90% de seus alunos certificaram a excelência de ensino que vêm recebendo desde o início da pandemia, um nível de satisfação tão significativo que resultou até num selo de qualidade atribuída a esse ensino.

     Mas não são apenas os alunos que estão expressando sua satisfação em relação às aulas e às atividades que estão recebendo graças à tecnologia digital e suas ferramentas mesmo à distância. Os Diretores, os Coordenadores e os Docentes também estão, pois apesar do distanciamento resultado da pandemia, nunca todos estiveram tão integrados, trocando experiências, oferecendo atividades extensionistas como "lives", eventos, semanas acadêmicas, cursos etc que não seriam possíveis no modo presencial na proporção e nas ações bem sucedidas que se tem obtido, graças também ao Projeto Mobilidade da UNIESP.

     Em tempos de aulas e atividades exclusivamente presenciais, não era possível unir a quantidade de participantes que se consegue "online" por falta de espaço físico que acomodasse tantas pessoas, muito menos reunir participantes de várias localidades distantes umas das outras simultaneamente e sem sair de casa. Em segundos, chega-se à Faculdade de Colinas do Tocantins, á Faculdade de Santa Luzia, em Minas Gerais, á Faculdade de Luiz Eduardo Magalhães na Bahia, à Faculdade do Guarujá no litoral paulista, ao Centro universitário e à Faculdade do Rio de Janeiro, ou em qualquer das várias Faculdades do interior e da capital paulista. E em todas elas juntas!

     Nesta semana (de 31/05 a 02/06/2021), por exemplo, a Faculdade de Presidente Epitácio realizou seu Iº Simpósio Multidisciplinar e contou, além de seu corpo docente e discente, com palestrantes, alunos, professores e diretores de outras Faculdades da UNIESP, como a Faculdade de Caieiras, a Faculdade de Diadema e até da Gestão Acadêmica do Corporativo em São Paulo/SP. Se não fosse uma atividade "online", certamente não seria possível reunir tantas pessoas de tantos lugares juntas e onipresentes.

     O mesmo tem acontecido com as "lives", cursos e outros eventos. A quantidade de pessoas atingidas é impressionante: uma aula magna, por exemplo, intitulada  Perspectivas da Vida Profissional Pós-Pandemia – Importância da Saúde, ministrado pelo Diretor da Área de Saúde da UNIESP, Prof. Dr. Claudio Miyake, teve mais de 15.000 visualizações.

     É por tudo isso que tantos educadores têm considerado o ensino híbrido como o que triunfará após a pandemia.

     Está provado, portanto, que as transmissões remotas online, ao invés de distanciar, estão unindo e aproximando cada vez mais as pessoas que fazem parte da UNIESP, levando conhecimento, experiências, depoimentos tão positivos que tendem a amenizar as dificuldades enfrentadas por causa da pandemia e que mostram que, ele nos momentos ruins, sempre há também coisas que fazem bem. Assim como num pântano há sempre uma flor de lótus.

Por Rosa Beloto

 

 

 

 

 

 






Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.



    Seja o primeiro a comentar!