Notícias

Nova Andradina: Professor Sérgio D. Maximiano fala sobre "Custo-Benefício" à Coluna Retratos

Data: 22/03/2019 | 0 Comentário


Compartilhe

          

O docente do curso de Direito das Faculdades Integradas de Nova Andradina - FINAN, Sérgio Dias Maximiano, é colunista no site Coluna Retratos e teve seu texto "Custo-Benefício é o novo olhar da classe C", publicado na editoria Na Linguagem do Empresário.

Confira o texto do professor Sérgio Dias:

Esta classe que tinha olhar nos objetos de ostentação, como lançamentos de novos celulares e outros mimos principalmente eletrônicos, depois do longo período de crise segundo estudos recentes aponta que começou a recuperar em 2017.

O Instituto Locomotiva, na qual Renato Meirelles é Presidente, que é especializado em estudar os hábitos da classe C aponta que este seguimento de sociedade está voltando a consumir, mas agora com mais cautela, a busca agora é por custo benefício, como material de construção, equipamentos eletrônicos e eletrodomésticos mais úteis.

Segundo este Instituto são 51% de brasileiro nesta situação, olha só o tamanho deste mercado, o aumento na renda ainda é tímido, é de 0,9% desse contingente no ano anterior, mas podendo chegar a 3,5% em média em 2019.

Como sempre digo, para aqueles Empresários que procuram se atualizar, principalmente neste setor em questão, precisa o mais rápido planejar para ganhar um bom “pedaço” nesta fatia do “bolo”.

É evidente que o emprego ainda está longe de se recuperar a níveis de 2007, porém o Empresário precisa ser visionário, estar de olho e se planejar não quer dizer “inchar” a empresa antes da demanda, mas manter os custos baixos e organizar gradativamente, porém o foco já deve estar bem definido.

O Empresário precavido mantem ao seu redor equipe bem informada e energizada, abemos que o desemprego está na faixa de 12% como falamos no artigo anterior, a esperança está nas pequenas e médias empresas, segundo IBGE o PIB deste ano estima crescimento de 2% e na contrapartida a renda da Classe C tende a crescer em 2019 conforme estudos dos consultores da economia.

Busque estar com Consultoria Jurídica, Contábil e Empresarial que ajude a apontar o norte e ser preventivo, porque já passamos a muito tempo do período de apenas “apagar incêndio”.

 




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!