Notícias

A Uniesp tem História

0 Comentário


Compartilhe

               

No ano de 2005, um fato inédito ocorreu no Centro Velho de São Paulo: em plena Rua Álvares Penteado, bem ali no Largo do Café, começou a funcionar – ao contrário do que alguém pudesse imaginar – uma Instituição de Ensino Superior, uma Faculdade famosa e tradicional, que atendia em especial a comunidade judaica na cidade de São Paulo e que antes estava localizada no Bairro de Higienópolis: a Faculdade Renascença.

     Como era possível uma Faculdade funcionar no Centro de São Paulo? Quem teria tido tal ideia?

     A pergunta era feita por muitos e por vários motivos. O primeiro é que o Centro era um espaço essencialmente comercial e bancário (ainda mais ali na Rua XV de Novembro, Rua Boa Vista, Rua do Comércio, e em seu entorno) repleto de bares e restaurantes, além dos equipamentos históricos, artísticos e culturais mais importantes da história de São Paulo e do Brasil. O segundo e talvez o principal era que o Centro da cidade, tido como um dos mais perigosos locais de São Paulo, tanto que, após às 18 horas, o comércio, a maioria dos bares e restaurantes eram fechados às pressas, pois após esse horário as ruas do Centro eram escuras e vazias.

     Com a chegada da Faculdade São Paulo – FASP ao Centro de São Paulo o perfil dos paulistanos que circulavam pelo local mudou : a  presença da população jovem e estudantil nas noites paulistanas do Centro, fez com que o Centro Velho de São Paulo não mais ficasse  escuro e vazio; Ao contrário: ele foi revitalizado, a vida paulistana se estendeu até altas horas com as atividades escolares noturnas e, principalmente, com os projetos realizados pelos professores, alunos, coordenadores e diretores da Instituição.

 . No início de 2008, a Faculdade de São Paulo passou a ter duas Unidades: a Unidade Centro Velho, localizada na Ruas Álvares Penteado, ofertando uma grande quantidade de Cursos de Bacharelado e Tecnológicos, e a Unidade Centro Novo – o Instituto Superior de Educação – ISE, que oferecia os Cursos de Licenciatura da Faculdade de São Paulo e que se localizava na Rua Conselheiro Crispiniano, 120, no prédio do antigo Mappin.

     Mas vamos contar essa linda e importante história de como as Faculdades UNIESP revitalizaram o Centro de São Paulo a partir de 2005.  Hoje, por causa da pandemia, vemos o um Centro Velho novamente escuro e deserto à noite. Como a Faculdade de São Paulo continua sendo um patrimônio educacional desse espaço e difusora da Cultura, da Arte e da História paulistanas, assim que a pandemia estiver controlada, a FASP UNIESP manterá seu compromisso de mais uma vez revitalizar o Centro de São Paulo.

     Mensalmente, um capítulo dessa longa e interessante história será contada nesta coluna.

Por Rosa Beloto




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!