CURSOS




Engenharia Ambiental e Sanitária

Graduação: Bacharelado



8 Semestres


Presencial





3753 Horas

Professor Me. Murilo Moya ()

INSCREVA-SE           


Descrição

APRESENTAÇÃO: A Engenharia Ambiental é o ramo da engenharia que estuda os problemas ambientais de forma integrada, nas suas dimensões ecológica, social, econômica e tecnológica, visando promover um desenvolvimento sustentável. Nela se aplicam os princípios da ciência e da engenharia para melhorar o meio ambiente, prover água, ar e solo adequados para a habitação humana e para outros organismos, e a remediação de áreas contaminadas. A Engenharia Ambiental engloba controle da poluição do ar, reciclagem, disposição adequada de resíduos e saúde pública, bem como o conhecimento das leis ambientais, incluindo também a avaliação de impactos ambientais de empreendimentos. O engenheiro ambiental se apresenta apto a conduzir estudo de gestão de resíduos e a avaliação de sua periculosidade, sugerir ações de tratamento e contenção, desenvolver normas para a prevenção de acidentes.


OBJETIVO:
O egresso do Curso de Engenharia Ambiental deve ser capaz de absorver e desenvolver novas tecnologias, ter atuação crítica e criativa na resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística. 
Objetivos Específicos
O Engenheiro Ambiental formado pela Faculdade de Taquaritinga deverá desenvolver as seguintes competências e habilidades gerais:
•     Aplicar conhecimentos matemáticos, científicos, tecnológicos e instrumentais à engenharia;
•    Projetar e conduzir experimentos e interpretar resultados;
•    Conceber, projetar e analisar sistema, produtos e processos;
•    Planejar, supervisionar, elaborar e coordenar projetos e serviços de engenharia
•    Identificar, formular e resolver problemas de engenharia
•    Desenvolver e/ou utilizar novas ferramentas e técnicas;
•    Supervisionar a operação e a manutenção de sistemas;
•    Avaliar criticamente a operação e a manutenção de sistemas;
•    Comunicar-se eficientemente nas formas escritas, oral e gráfica;
•    Atuar em equipes multidisciplinares;
•    Compreender e aplicar à ética e responsabilidade profissionais;
•    Avaliar o impacto das atividades da engenharia no contexto social e ambiental;
•    Avaliar a viabilidade econômica de projetos de engenharia;
•    Assumir a postura de permanente busca de atualização profissional



MERCADO DE TRABALHO:
O mercado de trabalho para o Engenheiro Ambiental é constituído por Empresas Públicas ou Privadas, Órgãos Governamentais nas três esferas de governo, além de organizações sociais de interesse público e Organizações não Governamentais. O profissional terá competência para atuar em todos os organismos públicos, privados e não-governamentais que compõem o Sistema Nacional de Meio Ambiente e o Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos. Entre estas opções destacam-se: FUNASA, IBAMA, CONAMA, MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE, MINISTÉRIO DAS CIDADES, MINISTÉRIO PÚBLICO, entre outros. Há, também, necessidade crescente de profissionais para os Comitês de Bacia, na medida em que a gestão de recursos hídricos, por força legal, utilizará a bacia hidrográfica como unidade básica de gestão e, dentro deste contexto a questão ambiental tem grande destaque. Assim, entende-se que o Engenheiro Ambiental encontrará excelente mercado de trabalho junto a esses órgãos e companhias, dada sua capacitação técnica específica. As empresas de consultoria que elaboram planos de uso do solo, estudos de impactos no ambiente, pareceres técnicos e projetos específicos na área ambiental, constituem seguramente, também, um dos principais mercados de trabalho para este profissional. As grandes empresas de extração e de transformação, bem como as de geração de energia, apresentam demanda crescente por profissionais com perfil de Engenheiro Ambiental, notadamente em regiões que apresentam problemas de saturação de atividades e conflitos de uso dos recursos naturais.



PERFIL PROFISSIONAL:
O Curso de bacharelado em Engenharia Ambiental entende que a formação do aluno de graduação se dá a partir da sua entrada na Academia e continua permanentemente durante o curso e posteriormente a ele. Este profissional deve estar em consonância com os princípios propostos para a educação no século XXI: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser. De acordo com o MEC através do Conselho Nacional de Educação, no modelo de enquadramento das propostas de diretrizes curriculares, o perfil traçado para o profissional egresso do Curso de Engenharia Ambiental contempla uma formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacitado a absorver e desenvolver novas tecnologias, estimulando a sua atuação crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos políticos, econômicos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanista, em atendimento às demandas da sociedade.



DIFERENCIAIS DO CURSO: A preocupação com a questão ambiental é um assunto que abarca todos os setores da sociedade cujas atividades estejam diretamente ligadas ao impacto ambiental no que se refere ao solo, água e ar. Isso ocorre principalmente em empresas das mais variadas produções, bem como em questões referentes à distribuição de água, estações de tratamento de esgotos e descarte adequado de resíduos. Nesse sentido, a engenharia ambiental e sanitária surge como instrumento fundamentalmente importante que vem a contribuir para proteção do ambiente dos danos causados pelas atividades humanas, a fim de que sejam os menores possíveis.



RESUMO: O Projeto Pedagógico do Curso de Engenharia Ambiental - Bacharelado foi elaborado a partir da proposta instituída pelo Ministério da Educação e pelo Conselho Nacional de Educação com a aprovação da Lei 9394/96 e a contribuição do Parecer CNE/CES 1.362/2001 que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Engenharia.
Na formação de um projeto, deve estar imbricada a construção de espaços de aprendizagem que estejam coadunados com a necessidade e demandas sociais, respondendo aos desafios contemporâneos da ética, da crítica e da cidadania.

 

ENGENHARIA AMBIENTAL 

CURSO ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA

MANTIDA:FACULDADE DE RIBEIRÃO PRETO

ENDEREÇO Rua Prudente de Moraes, 147 com confluência com a Rua 

Saldanha Marinho, 915 – Centro.

VAGAS ANUAIS:  100 Turnos de funcionamento: matutino e noturno

Portaria de Autorização: Portaria nº 320, de 02 de agosto de 2011 - DOU. 04 de agosto de 2011

MODALIDADE:Presencial

INTEGRALIZAÇÃO: Tempo mínimo: 5 anos ou 10 semestres 

Tempo máximo: 8 anos ou 16 semestres

INGRESSO: Processo Seletivo

COORDENADOR: Professor Me. Murilo Moya

Critérios de Avaliação: A avaliação bimestral compreende desempenho do aluno nas atividades de participação e na prova.  A avaliação bimestral, com valor de 0,0 a 10,0.

Informações Gerais


Documento Download
Estágio Supervisionado do Curso
Manual do TCC
Matriz Curricular do Curso
PPC - Projeto Pedagógico do Curso

Corpo Docente


Nome Email Currículo
ALINE ESTEVES
-
ANDRÉ APARECIDO GUEDES
-
CÁSSIA BIANCHINNI
-
DÉBORA COSTA FERNANDES GUEDES
-
DENISE CRISTIANE FERREIRA VIEIRA
-
ÉRIKA RIBEIRO E SILVA
-
FABIANA LUCA ALVES
-
FABIANO SILVÉRIO
-
GABRIELA LAILA DE OLIVEIRA
-
JULIANA RISSI DA SILVEIRA CALSANI
-
MARCELO DE OLIVEIRA MORAIS
-
MURILO TOMAZINI MUNHOZ MOYA
-
RENATA DOS SANTOS FERNANDES
-
TATIANA TERASIN DE LIMA
-
TATIANE CORRÊA DE GODOY
-
WILLIAN CÉSAR PATERLINNI
-