Notícias

Birigui: Docentes de Direito da FABI apresentam artigos no CONPEDI

Data: 17/07/2019 | 0 Comentário


Compartilhe

          

Aconteceu entre os dias 19 e 21 de junho, o XXVIII Encontro Nacional do CONDPEDI – Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito, na UFG – Universidade Federal de Goiás.

Os professores da FABI – Faculdade de Birigui, Emerson Clairton dos Santos e Rafaela Mariane de Nicola Pagliotto, tiveram seus artigos aprovados para apresentação no evento.

Rafaela que leciona, dentre outras matérias, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e Direito Internacional, apresentou seu artigo “O Princípio da Ajenidad e o Teletrabalho”, no dia 20. Enquanto Clairton que leciona Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e Direito Penal, apresentou “Educação para a Vida: Política Pública de Educação Permanente”, no dia 21.

 

Resumo dos artigos 

O Princípio da Ajenidad e o Teletrabalho:

 

O Direito do Trabalho, por regular uma questão social tão peculiar, vive em constância mutação, pois lida com assuntos extremamente delicados e antagônicos, como a moeda e o trabalho, o lucro e a sobrevivência de um trabalhador. Estabilizar as gritantes diferenciações dessa relação, sempre foi a árdua tarefa de todo o arcabouço deste ramo do Direito. O tema proposto tem como escopo, acentuar a discussão a respeito do teletrabalho em comparação com alguns princípios trabalhistas, em especial, o princípio da ajenidad, em que se apresentarão alguns impactos desse modelo de trabalho no arcabouço trabalhista.

 

Educação para a Vida: Política Pública de Educação Permanente:

Uma lamentável marca da modernidade, uma sequência do iluminismo, é exatamente o aperfeiçoamento das técnicas de impor ao ser humano a dor e o sofrimento. Em linhas gerais, o artigo inicialmente aborda a valorização da dignidade humana, sob um olhar inclusivo; depois, são abordados tanto o Princípio da igualdade quanto educação para a vida, uma educação para a valorização, para o respeito e a promoção da vida humana com práticas jurídicas e políticas legislativas de uma educação permanente.




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!