Notícias

 UNIESP – Birigui: Núcleo de apoio à pesquisa e estudos ressalta a importância do estímulo à pesquisa

Data: 30/08/2016 | 0 Comentário


Compartilhe

          

O conhecimento, concebido como algo incomensurável, torna-se um pressuposto norteador da nossa experiência cotidiana. Assim, tal afirmativa parece se ajustar de forma contundente quando fazemos referência à pesquisa de um modo geral – fonte produtora deste conhecimento. Especificamente, temos a pesquisa científica, definida como uma atividade desenvolvida por investigadores, visando novas descobertas e contribuindo, assim, para a qualidade da vida intelectual.

Dessa forma, a pesquisa compreende algumas das atividades desenvolvidas durante a vida acadêmica, a qual requer do aluno-pesquisador algumas habilidades necessárias ao pleno desenvolvimento de suas funções, tais como: planejamento, conhecimento e adequação às normas científicas.

Perante essa realidade é comum que alguns questionamentos tendam a se manifestar, por exemplo: O que é e como se desenvolve a pesquisa? O que pesquisar? Qual a relevância da pesquisa desenvolvida?, entre tantos outros.

Como pesquisadores,  para que seja obtido êxito no trabalho realizado, faz-se necessário, antes de tudo, que o pesquisador se sinta motivado a fazê-lo. Assim, quanto maior for o interesse em buscar, analisar, testar e relatar os resultados alcançados, mais prazeroso será o desenvolvimento de tal tarefa.

Alguns questionamentos são decisivos no momento de iniciar toda e qualquer atividade investigativa, como: O que a pesquisa poderá acrescentar à ciência? Quais benefícios serão trazidos à comunidade com o desenvolvimento desta? O que motivou o pesquisador a escolher este ou aquele tema?

Quanto à escolha do tema – momento que, de uma forma ou de outra, se torna angustiante para o pesquisador –, torna-se relevante que seja algo atual, uma vez que assuntos ultrapassados certamente não instigarão nenhum interesse por parte das pessoas que se proporem a discutí-lo. Diante disso, é importante manter-se bem atualizado acerca do que está sendo estudado na área profissional e de pesquisa na qual se encontra atuando.

Outro aspecto que também incide sobre a escolha da temática é a prévia familiaridade com esta, visto que a falta dela pode trazer, muitas vezes, consequências desastrosas, tornando um desafio que poderia ser enriquecedor numa experiência frustrante, até mesmo pela questão do tempo e dos prazos previamente estabelecidos para a conclusão do trabalho.

Em face dessas elucidações, sobretudo tendo em vista que toda pesquisa deve ser considerada como um procedimento sistematicamente elaborado (etapas previamente definidas e seguidas rigorosamente), é essencial que o pesquisador não encare a atividade desenvolvida como uma obrigação, mas sim como uma oportunidade de pesquisar e aprender um pouco mais sobre um assunto relevante, tanto para si próprio, quanto para a sociedade de uma forma geral.

Procure os professores do núcleo:
Ms. Eder Fábio Garcia dos Santos
Ms. Emerson Clairton dos Santos
Ms. Priscila Rodrigues Moreira




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!