CURSOS




Serviço Social

Graduação: Bacharelado



8 Semestres


Presencial


Manhã | Noite


3200 Horas

()

INSCREVA-SE           


Descrição

O Curso de Serviço Social da FABI/UNIESP autorizado pela portaria nº322, de 28 de dezembro de 2012, do Ministério da Educação(MEC), tem como proposta formar profissionais com compromisso ético-político e conhecimento teórico-metodológico associado a competência   técnica-operativa, capazes de compreender e intervir na realidade social.

A formação profissional é norteada pelos princípios de criticidade, competência e compromisso com a democracia e a cidadania. Essa formação é viabilizada através de atividades de ensino, pesquisa e extensão. São exigidos quatro períodos de estágio curricular, realizados em instituições conveniadas.

Com um campo de atuação amplo, o assistente social pode vincular-se a organizações públicas (prefeituras, governos estadual e federal, poder judiciário); organizações privadas (empresas); e organizações da sociedade civil (organizações não governamentais e movimentos sociais).

Dentro dessas organizações, o assistente social formula e implementa propostas nas áreas: de assistência social, criança e adolescente, habitação, família, população de rua, saúde, educação, idosos, questões de gênero e etnia, portadores de deficiência, terceiro setor, questão agrária e urbana, entre muitas outras de ordem social.

As possíveis atividades deste profissional compreendem aquelas que dizem respeito ao atendimento direto ao usuário das políticas sociais, planejamento e gestão da área social, pesquisa, assessoria, consultoria e docência no ensino superior.

A profissão de Assistente Social é regulamentada por lei, dispõe de código de ética e de entidades de fiscalização do exercício profissional, sendo obrigatório o registro no Conselho da categoria para exercer a profissão.

Perfil Profissional

São vários os espaços sócio ocupacionais do assistente social, podendo atuar em instituições públicas e privadas, em ministérios, autarquias, prefeituras, governos estaduais, em empresas privadas, hospitais, escolas, creches, unidades de saúde, centros de convivência, movimentos sociais em defesa dos direitos da mulher, da classe trabalhadora, da pessoa idosa, de crianças e adolescentes, de lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), negros e negras, de indígenas, em organizações não governamentais, em universidades públicas e privadas e em institutos técnicos.

Atua nos processos de elaboração, formulação, execução e avaliação de políticas sociais, principalmente em órgãos públicos federais, estaduais e municipais. Presta orientação a indivíduos, grupos e famílias e realiza estudos sociais com vistas ao acesso a bens e serviços públicos. Planeja, organiza e administra benefícios sociais, assessora órgãos, empresas e movimentos sociais. Atua na docência e realiza pesquisas e investigações cientificas. Trabalha também como assessor/a em processos administrativos e judiciais com realização de avaliações, análise de documentos, estudos técnicos, coletas e dados e pesquisa. Elabora pareceres sociais, laudos e relatórios. A intervenção do assistente social inclui ainda a gestão e direção em organismos públicos e privados.

Tem como perfil, o profissional que atua nas expressões da questão social, formulando e implementando propostas para seu enfrentamento, por meio de políticas sociais públicas, empresariais, de organizações da sociedade civil e movimentos sociais. Profissional este dotado de formação intelectual e cultural generalista crítica, competente em sua área de desempenho, com capacidade de inserção criativa e propositiva, no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho. Profissional comprometido com os valores e princípios norteadores do Código de Ética do Assistente Social.

O Curso na Instituição

A formação na FABI é fundamentada em princípios teóricos, éticos e políticos que possibilitam o conhecimento crítico da realidade em uma perspectiva de totalidade e assegura competência técnica e ético-política para o exercício do trabalho na perspectiva de viabilização do acesso a direitos sociais e politicas públicas.

O projeto pedagógico do curso fundamenta-se nas diretrizes curriculares da Associação Brasileira de Ensino e Pesquisa em Serviço Social (ABEPSS), e conta com diferencial a disciplina de Seminários, que contempla as demandas e especificidades regionais.

Os docentes do curso prezam pelo constante aprimoramento, estando em sintonia com as modificações das legislações pertinente à categoria, bem como no que diz respeito a competências e atribuições.

O curso tem a perspectiva de indissociabilidade entre estágio e supervisão acadêmica e profissional.

Principais Disciplinas Teóricas e Práticas

No curso da FABI/UNIESP a organização curricular é expressão de áreas de conhecimentos necessárias à formação profissional que se desdobram em: disciplinas, seminários temáticos, oficinas, atividades complementares  e estágio supervisionado.

A organização curricular é constituída pelos núcleos de fundamentação da formação profissional, que de acordo com as diretrizes curriculares do MEC são: núcleo de fundamentos teórico-metodológicos da vida social, núcleo de fundamentos da formação sócio-histórica da sociedade brasileira, núcleo de fundamentos do trabalho profissional.

Fazem parte da grade curricular, dentre outras, as disciplinas: Fundamentos Históricos e Teórico Metodológico do Serviço Social I a IV, Questão Social e Serviço Social, Classes e Movimentos Sociais, Formação Econômica, Política e Social do Brasil, Metodologia do Trabalho Científico, Seminário I a III, Oficina de Formação Profissional I a IV, Seguridade Social I e II, Seminário de Pesquisa e Extensão, Política Social I e II, Trabalho na Contemporaneidade, Família e Política Social, Gestão Social, Psicologia, Filosofia e Sociologia.

São reservadas 2.800 horas para as disciplinas obrigatórias, 200 horas para atividades complementares e  480 horas de estágio supervisionado.

Estágio Supervisionado

O Estágio Supervisionado enquanto atividade curricular obrigatória, configura-se a partir da inserção do aluno no espaço socioinstitucional, objetivando capacitá-lo para o exercício profissional, o que pressupõe supervisão sistemática. Esta supervisão é feita pelo professor supervisor e pelo profissional do campo, através da reflexão, acompanhamento e sistematização, com base em planos de estágio elaborados em conjunto pela FABI UNIESP e a instituição que oferece o estágio.

São 480 horas totais, divididas, obrigatoriamente, em 120 horas semestrais, ocorrendo durante o semestre letivo, ou seja, somente durante o período de aulas.

Atividades Complementares

As atividades complementares, dentre as quais podem ser destacadas a monitoria, visitas monitoradas, iniciação científica, projeto de extensão, participação em seminários, publicação de produção científica e outras atividades definidas no projeto pedagógico do curso, devem ser de no mínimo 200 horas, sendo especificada em regimento próprio.

 

Atividades Complementares: 150 horas.

Estágio Supervisionado: 480 horas.

Conselho profissional: CRESS – Conselho Regional de Serviço Social

 

 

Informações Gerais


Documento Download
Atividades Complementares do Curso
Estágio Supervisionado do Curso
Matriz Curricular do Curso
PPC - Projeto Pedagógico do Curso
Regulamento do TCC

Corpo Docente


Nome Email Currículo