Notícias

Sorocaba: Sistema Tributário Nacional é tema de palestra na IES

Data: 10/05/2018 | 0 Comentário


Compartilhe

          

Guerra fiscal, partilha das receitas e distorções do atual sistema tributário nacional, bem como as propostas para sua simplificação e modernização, foram questões abordadas na noite da última quinta-feira, 03/05, com a presença de alunos, professores, convidados e colaboradores que prestigiaram a palestra da Dra. Katia Regina Gomes Gatti sobre "O Sistema Tributário Nacional". O evento foi promovido pelos cursos de Ciências Contábeis, Administração, NAF - Núcleo de Apoio Fiscal, Empresa Júnior em parceria com a Receita Federal do Brasil, e lotou o auditório da Faculdade de Sorocaba.  

A Dra. Katia Regina Gomes Gatti, auditora da Receita Federal, explica que os tributos representam uma parcela significativa da receita governamental, utilizada como fonte de recursos para financiar as atividades que proporcionarão o bem comum. “Escolas públicas, rodovias, saúde, transporte, segurança dentre muitas outras, são financiadas pelos tributos arrecadados das pessoas físicas e jurídicas”.  

Ela ressaltou que o aluno, principalmente do curso de Ciências Contábeis, necessita conhecer profundamente todas as espécies e formas de tributação, pois é por meio do contador que o Estado toma conhecimento do valor arrecadado. “Sem a contabilidade, que calcula, demonstra e evidencia os tributos para os âmbitos governamentais, o Estado não teria meios para controlar, fiscalizar e distribuir esta “preciosa” fonte de renda. Cabe aos cidadãos, por outro lado, fiscalizar se os tributos arrecadados estão sendo corretamente redirecionados para a comunidade”.

O prof Jovil Franco Júnior, coordenador do curso de Ciências Contábeis, avaliou que os participantes tiveram a chance de integrar os conhecimentos de maneira uniforme, se atualizar e aprofundar os conhecimentos. Para ele, o destaque ficou com os regimes especiais de tributação. "Não só seu uso imediato na empresa, como também a replicação para os clientes, isso garante a emissão de notas fiscais de forma correta e segura”, concluiu. 

 




Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.




    Seja o primeiro a comentar!