Quem Somos

História

A história da Faculdade de Jundiaí nasceu da parceria entre o Prof. Dr. José Carlos Marion e o Prof. José Gonzaga da Silva Neto com o sonho da inclusão social de jovens e a visão cristã no ensino superior sendo concretizado no ano de 2004.

No ano de 2006 para a autorização do Curso de Administração em Jundiaí, e a análise do processo evidenciou que a Faculdade atendeu as exigências estabelecidas para o funcionamento das atividades acadêmicas do Curso de Administração, bacharelado. Por fim, em seu relatório, a comissão registrou a nota final de avaliação, quatro (4) por meio da Portaria Mec nº 853 de 1º de novembro de 2006, DOU 03/11/2006 com 150 (cento e cinquenta vagas), pelo mantenedor Centro de Ensino Superior de Dracena.

Da mesma fora, o parecer final da comissão avaliadora, manifestou-se favorável ao credenciamento   da Faculdade, conforme Portaria Mec nº 1.775 de 01/11/2006, publicada no Diário Oficial da União de 02 de novembro de 2006, sediada em Jundiaí (SP). 

Com a transferência de mantenedora, publicada no Diário Oficial de 19 de outubro do ano de 2007, portaria Mec nº 889 de 18/10/2007, DOU 19/10/2007 para a Associação  de Ensino Superior Barão de Jundiaí,  a Faculdade já é uma instituição reconhecida pelas empresas devido à qualidade de ensino voltada para a área de negócios, pela qualidade no atendimento e interesses da região, além da média de aprovação do curso ser sete, tendo em vista profissional ético e tecnicamente diferenciado no mercado de trabalho.

De acordo com a Portaria nº 446, de 1º de novembro de 2011, DOU de 03/11/2011 o Secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior reconheceu o curso de Administração – bacharelado com 150 vagas.

A Portaria nº 466, de 22 de novembro de 2011, DOU de 24/11/2011, o mesmo secretário autoriza o curso de Ciências Contábeis – bacharelado de acordo com a publicação do Diário Oficial da União e vigorando na data de 24 de novembro de 2011, com 200 vagas.

No início de março de 2013, a instituição passou a integrar o Grupo Educacional UNIESP- União das Instituições de Ensino Superior do Estado de São Paulo, atualmente presente em 09 estados brasileiros, com mais de 100 instituições educacionais espalhadas nos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia e Tocantins, Mato Grosso do Sul, Paraíba, todas representadas por seu Diretor Presidente Dr. José Fernando Pinto da Costa.

A expansão do Grupo Educacional UNIESP vem se consolidando em um curto espaço de tempo com a implantação de novas unidades e cursos, ou novas incorporações de ensino na macro região que ocupa, e mais recentemente em outros estados, o que tem sido um instrumento de fortalecimento do seu papel educativo.

Em 15 anos de existência, a instituição educacional consagrou-se como um polo educacional e caminha para se transformar na mais nova universidade de São Paulo. O Grupo Educacional UNIESP teve seu marco inicial com o lançamento da pedra fundamental da sua primeira instituição de educação, em 1997, na cidade de Presidente Epitácio, e partir de então passou a expandir-se para outras cidades e estados, no pais.

Essa experiência tem permitindo que ocorra um processo contínuo de aprendizagem institucional, na medida em que novas competências são incorporadas. É um modo de crescer e se expandir com segurança, partindo de ativos tangíveis e consolidados para lograr, passo a passo, novas competências, não colocando em risco a segurança do processo de qualidade do ensino, que é a tônica da Instituição.

O Grupo Educacional UNIESP tem como meta possibilitar a educação para todos, ou seja, fazer com que qualquer pessoa que não teve a oportunidade de cursar uma Faculdade devido a dificuldades financeiras, possa realizar este sonho.

Consolidada numa base humanística e social, o Grupo Educacional UNIESP preza pela educação solidária. Sendo assim, mantém convênios com empresas, sindicatos, órgãos públicos e entidades assistenciais, que oferecem a concessão de bolsas de estudos aos conveniados. Em contrapartida, incentiva as instituições a participarem de projetos sociais promovendo a responsabilidade social, por meio de atividades voluntárias de seus colaboradores.

 

Localização 

Jundiaí posiciona-se no centro do maior mercado produtor/consumidor da América do Sul, num raio de 50 km que abarca, por um lado, a Grande São Paulo e, por outro, a região de Campinas, porta de entrada para o próspero Interior do Estado mais rico e desenvolvido do País. Trata-se, portanto, de uma localização ideal para empresas cujos principais clientes/fornecedores encontram-se nos dois maiores mercados brasileiros, respectivamente a região metropolitana de São Paulo e o interior do Estado que, hoje, representam uma população de 42 milhões de habitantes e um produto interno bruto de cerca de U$ 650 bilhões.

 Jundiaí faz limite com 11 municípios: Várzea Paulista, Campo Limpo Paulista, Franco da Rocha, Cajamar, Pirapora do Bom Jesus, Cabreúva, Itupeva, Louveira, Vinhedo, Itatiba e Jarinú. Jundiaí destaca-se, atualmente, no desenvolvimento das áreas cultural, educacional, tecnológica e ambientai. A indústria do lazer também está incrementando a economia da cidade, com a instalação de parques temáticos que atraem turistas e geram empregos.

 

Presidente - UNIESP/SA

Fernando Costa