Notícias


UNIESP S.A. e Universidade Brasil oficializam, em grande estilo, a parceria com o Corinthians

Data: 28/06/2017 | 0 Comentário


Compartilhe

          

A quinta-feira, 22 de junho, foi muito especial para a UNIESP S.A. e a Universidade Brasil ao serem apresentadas oficialmente à imprensa como as instituições de ensino parceiras do Corinthians. O anúncio foi feito na Arena Corinthians, pelo presidente da UNIESP e reitor da Universidade, Dr. Fernando Costa, e o presidente do Sport Club Corinthians Paulista, Roberto de Andrade, pouco antes da partida Corinthians x Bahia.

Na ocasião, os parceiros lançaram o projeto "Artilheiro da Educação", que permite que o time ofereça a jovens carentes bolsas de estudos da Universidade Brasil ou da UNIESP S.A., em diferentes situações: a cada gol do Corinthians, em qualquer dos campeonatos, o jogador que fizer o gol oferecerá uma bolsa de estudos integral; se o time estiver em primeiro lugar no final da rodada, também ganhará uma bolsa; e a cada jogo ganho pelo Corinthians, a diretoria oferecerá 1 bolsa para um funcionário ou dependente do Clube.

"Pelo estudo que fizemos, com base nos últimos quatro anos, a média será de cerca de 130 bolsas por ano. Isso dará cerca de 500 alunos nos próximos quatro anos", afirmou Dr. Fernando Costa.

Tal parceria, no entanto, vai além da concessão de bolsas de estudo. A Universidade Brasil pretende implantar seu campus Itaquera nas dependências da Arena Corinthians e a UNIESP S.A., por sua vez, almeja instalar uma unidade da Faculdade no Parque São Jorge. Num primeiro momento, a ideia é priorizar cursos que têm relação com o esporte, como Educação Física, Fisioterapia, entre outros. Estes ousados projetos, até então inéditos no País, estão sendo analisados e estudados por ambas as partes, que buscam a melhor forma de viabilizá-los.

E para comemorar a assinatura da parceria, as instituições de ensino e o Timão prepararam uma Aula Magna sobre a trajetória do clube, ministrada pelo jornalista e historiador Celso Unzelte, que foi prestigiada por alunos da UNIESP S.A. e da Universidade Brasil, além de diretores da Sede Administrativa da instituição.

No evento, realizado na sala de imprensa da Arena, Unzelte discorreu de forma brilhante sobre os principais fatos do clube desde sua fundação, em 1910. Fez menção aos jogadores símbolos que marcaram a história do time em diferentes períodos, como Uriel Fernandes - Teleco (centroavante que jogou de 1934 a 1944), Sócrates (meia-direita que jogou de 1978 a 1984), Marcelinho Carioca (meia-atacante que jogou em 1994 a 2001, em 2006 e 2010), e o fenomenal Ronaldo (atacante – jogou de 2009 a 2011), entre outros. Descreveu também os principais títulos da equipe, entre eles, a conquista do Mundial de Clubes de 2012, no Japão.

Na sequência, os estudantes tiveram a oportunidade de assistir do camarote do estádio a vitória de 3x0 do Corinthians sobre o Bahia. Para Carlos Alexandre dos Santos, aluno do último semestre de Educação Física da Faculdade Unida de Suzano – UNISUZ, a ação que a UNIESP S.A. está fazendo é louvável, pois é a primeira instituição de ensino que dá início a esse tipo de projeto.

“Sabemos que tudo começa pela educação e se o futebol é o que há de mais forte no Brasil, nada melhor do que se unir a ele”, afirmou. Já Israel de Souza Rodrigues, do 1º semestre de Educação Física da Universidade Brasil – Itaquera, enalteceu a oportunidade de participar da Aula Magna e conhecer bem mais sobre a história do clube. “Assim como o palestrante falou, além dessa parceria forte com o Corinthians, ela também ajuda na formação do cidadão. Ter a oportunidade de estudar é muito importante. Parabéns pelo projeto”.

A noite foi ainda mais inesquecível para os alunos Everton Mariano, Karina Soares de Freitas e Fábio Henrique Daniel, do curso de Educação Física da Faculdade Unida de Suzano – UNISUZ e da Universidade Brasil, que tiveram a oportunidade de entrar em campo, no intervalo do jogo, e tentar um chute a gol do meio do campo. “Eu nunca podia imaginar que um dia iria assistir do camarote um jogo do meu time de coração e muito menos que entraria em campo para tentar marcar um gol. Foi sensacional, realmente indescritível”, revelou Everton. Para Karina foi uma experiência única, “só tinha eu de mulher no campo, entrei e representei mesmo. Estava com medo, mas agora quero voltar (risos)”, contou. E para o Fábio, a emoção não foi diferente “para mim, que sou corintiano, foi uma sensação única. É um orgulho para gente ver o nome da nossa instituição na camisa do Corinthians”, declarou.

A futura engenheira civil, Juliana Arana, que cursa o 8º semestre no Centro Universitário Capital – UNICAPITAL também estava muito satisfeita em participar do evento. “A Aula Magna foi maravilhosa! Muitas coisas eu não sabia e o jornalista Celso aprofundou sobre a história do clube de maneira incrível. Essa parceria é muito importante, eu entrei na UNIESP justamente dessa forma, pelo Projeto UNIESP Paga. Foi a oportunidade que eu tive para realizar meu grande sonho que é cursar Engenharia. É um curso caro, então pra mim é fantástico. Eu tenho muito a agradecer, porque se hoje eu estou no 4º ano de Engenharia é graças a UNIESP. Meus planos agora é me especializar em Mecânica, para ter uma segunda opção, e começar um estágio, porque eu amo o que eu faço”.

Para a professora Cláudia Pereira, vice-presidente da UNIESP S.A., reitora do Centro Universitário Capital – UNICAPITAL e corintiana declarada, a noite foi memorável para as instituições de ensino. “Achei muito interessante, porque estamos na Arena com um grande número de alunos que vieram prestigiar e conhecer um pouco da história do Corinthians. A palestra foi muito boa e mostrou como teve início o time que, hoje, tem uma das maiores torcidas do País. Outra mensagem que a gente deixa também é sobre esse estigma da torcida. Na verdade, o corintiano quer estudar, ele quer ter acesso à educação. A torcida abraçou o projeto da UNIESP e da Universidade Brasil com a maior devoção. Então hoje, a gente percebe o interesse e vê que o corintiano é trabalhador, é batalhador e só esperava uma oportunidade”, concluiu a reitora.

No apito final do juiz, o Corinthians saiu de campo com mais uma vitória e a educação também saiu ganhando, afinal, com os 3 gols marcados por Jô, Balbuena e Marquinhos Gabriel, por ter ganhado a partida e manter-se líder na rodada, 5 bolsas de estudo serão entregues a jovens que terão a oportunidade de mudar sua história na Universidade Oficial do Sport Club Corinthians Paulista.

 






Deixe seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado.



    Seja o primeiro a comentar!