CURSOS




Pedagogia

Graduação: Licenciatura



8 Semestres


Presencial


Manhã | Noite


3206 Horas

()

INSCREVA-SE           


Descrição

Apresentação / Objetivo

É a área que trata dos princípios e métodos de ensino, da administração de escolas e da condução dos assuntos educacionais. O pedagogo, que trabalha para garantir e melhorar a qualidade da educação, tem dois grandes campos de atuação: a administração e o magistério, de modo que pode tanto gerenciar e supervisionar o sistema de ensino quanto orientar os alunos e os professores. Em órgãos do governo, estabelece e fiscaliza a legislação de ensino em todo o País. Em escolas, orienta e dirige os professores, com o objetivo de assegurar a qualidade do ensino.

Mercado de Trabalho

Apesar de a atribuição mais comum ser a de lecionar e trabalhar na administração escolar, a área de Coordenação Pedagógica é a que mais absorve pedagogos. Os principais empregadores são as escolas, particulares ou públicas. Nessas últimas, eles são contratados por meio de concurso. Creches, ONGs, institutos e cooperativas devem continuar requisitando pedagogos. Outra fonte de empregos é a rede hospitalar, que os contrata para trabalhar em suas brinquedotecas, desenvolvendo atividades que proporcionem o bem-estar de pequenos pacientes. Além disso, os graduados nesse curso também podem atuar como arte-educadores, utilizando técnicas artísticas como colagens e esculturas no ensino de jovens e crianças.

Diferenciais Do Curso Na Instituição

A articulação do ensino com a prática pedagógica, além das ações educativas e amplas instalações estruturais, proporcionam uma gestão do espaço compreendendo uma dimensão de ensino que se torna importante na medida em que ajudam a construir um instrumental teórico-metodológico, importante na construção do conhecimento além de contribuir na formação individual dos educandos;

O curso ainda oferece pós-graduação em Psicopedagogia e Gestão Escolar, além de jornadas interdisciplinares e eventos envolvendo toda a comunidade acadêmica.

Principais Disciplinas Teóricas e Práticas 

O acréscimo de um ano no Ensino Fundamental – que passou a incluir o que antes era o último ano do Ensino Infantil – mexe com a estrutura dos cursos de Pedagogia. Com isso, as escolas estão tendo de rever a grade curricular do curso, porque agora elas têm, obrigatoriamente, de incluir a formação de professores para as séries iniciais, o que exige o aumento da carga horária. Ainda assim, a partir de agora, o graduado sai sem nenhuma habilitação específica. A carga maior do curso é na área de ciências humanas e ciências sociais aplicadas. Além de metodologias específicas, o aluno estuda a estrutura e o funcionamento do sistema de ensino, princípios e métodos de administração escolar e novas tecnologias educacionais.

Estágio Supervisionado

O estágio é um momento de fundamental importância no processo de formação profissional. Nós, da Faculdade Centro Paulistano – Interlagos, realizamos um treinamento que possibilita ao estudante vivenciar o que está sendo aprendido na Faculdade, tendo como função integrar as inúmeras disciplinas que compõem o currículo acadêmico, dando-lhes unidade estrutural e lhes testando o nível de consistência e o grau de entrosamento.

O curso de Pedagogia entende que a formação profissional em Licenciatura Plena em Pedagogia, apesar da grande diversidade de atuações, tem como ponto em comum a promoção da transformação social. Assim, enfatiza o conhecimento da escola como organização complexa que tem a função de promover a educação para/ na cidadania; assim como para:

  • a pesquisa, a análise e a aplicação dos resultados de investigações de interesse da área educacional;
  • participação na gestão de processos educativos e na organização e funcionamento de sistemas e instituições de ensino. Compreende-se que as Atividades Docentes na Educação Infantil e nos anos Iniciais do Ensino Fundamental devam estender-se à participação na Organização e Gestão de Sistemas e Instituições de ensino, englobando:
  • planejamento, execução, coordenação, acompanhamento e avaliação de tarefas próprias do setor da Educação;
  • planejamento, execução, coordenação, acompanhamento e avaliação de projetos e experiências educativas não-escolares;
  • produção e difusão do conhecimento científico-tecnológico do campo educacional, em contextos escolares e não-escolares. Além disso, o graduando recebe formação para atuar em pesquisas tanto qualitativas quanto quantitativas, contribuindo assim, com a comunidade acadêmica. Para tanto, será necessária uma formação generalista a partir de propostas pertinentes a seis categorias que se interrelacionam:
  1. A formação do professor/pesquisador que visa a suscitar no aluno do curso de Pedagogia o interesse pela pesquisa científica que oferecerá subsídios para a interpretação e reflexão de sua própria prática. Neste sentido, é importante exercitar a articulação entre a teoria e a prática vinculada a um processo de ação, reflexão e nova ação. Mais do que isto se deve englobar o processo de formação segundo: Homem-Docente-Profissional-Pesquisador - que esteja baseado na percepção de que o professor precisa valorizar e se reconhecer em sua profissão.
  2. b) A formação do articulador teoria/prática deve estar ancorada no gostar e valorizar a sua profissão e, só assim, adquirir e desenvolver a habilidade de construir o seu tempo de trabalho docente. Portanto, deve ser um profissional capaz de fazer a análise de sua prática ancorada na observação dos diversos segmentos da sociedade responsáveis pelo processo de socialização.
  3. c) A formação do agente cultural deve estar baseada no oferecimento de subsídios para que o educador seja um profissional comprometido com o projeto de mudança social; que pratique uma educação para a igualdade; que reflita sobre a teoria e, assim estabeleça relações com sua prática cotidiana; que reflita sobre sua realidade; que construa valores mais solidários na sociedade.
  4. d) A formação de um profissional crítico faz referência ao oferecimento de discussões constantes sobre os teóricos das ciências humanas e sociais e que ofereçam subsídios para a construção de conhecimentos humanistas que, possa interligar olhares diferentes calcados em leituras prismáticas de mundo. Deste modo, deve partir de uma concepção de indivíduo que considera o aluno inserido em uma realidade que lhe é própria e que pode vir a ser um sujeito reflexivo e crítico. Entre outras coisas, é preparar o futuro educador para ser um agente consciente de seu papel na sociedade e no interior da profissão docente; cidadão e profissional; formar professores para a democratização da cultura, dos saberes e conhecimentos. No âmbito social e da cidadania, o professor deverá ser um mediador intercultural, animador de uma comunidade educativa, organizador de uma vida democrática; transmissor cultural/intelectual. No âmbito da construção de saberes e competências (organizador de uma pedagogia construtivista, garantidor dos sentidos dos saberes, criador de situações de aprendizagem, administrador da heterogeneidade, regulador dos processos e recursos da formação).
  5. e) A formação de um profissional que constrói conhecimentos: que não só transmita conhecimentos, mas que construa os conhecimentos com os alunos; professores 25 capazes de articular os diferentes ramos do saber e, que construam olhares diferenciados e ultrapassem o imediatamente dado; capazes de mobilizar todo o seu conhecimento. Um ator social com suficiente criatividade e informações para traçar estratégias de avanços e mudanças sociais no interior da profissão docente e da sala de aula; profissional da educação competente teórica e técnica.

 

ATO LEGAL DE AUTORIZAÇÃO OU RECONHECIMENTO: PORTARIA 1092 DE DEZEMBRO DE 2015 – DOE 30/12/2015

Informações Gerais


Documento Download
Matriz Curricular do Curso

Corpo Docente


Nome Email Currículo