Quem Somos

História

A Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti – FEATI – está situada no interior do Estado do Paraná, na Região do Norte Pioneiro, em localidade distante 294 km da capital do Estado. Ibaiti é sede de uma microrregião composta por 16 municípios, a saber: Ibaiti/PR - população: 28.050 habitantes, Conselheiro Mairinck/PR - População 3.400 habitantes, Japira/PR – população: 4.900 habitantes, Pinhalão/PR – população: 6.400 habitantes, Jaboti/PR – população: 4.700 habitantes, Tomazina/PR – população: 8.900 habitantes, Siqueira Campos/PR – população: 16.900 habitantes, Ventania/PR – população: 8.800 habitantes, Curiúva/PR – população: 14.136, Sapopema/PR – população: 6.700 habitantes, Figueira/PR – população: 8.700 habitantes, Congonhinhas/PR – população 7.800 habitantes, Jundiaí do Sul/PR – população: 3.300 habitantes, Ribeirão do Pinhal/PR – população: 14.500 habitantes, Guapirama/PR – população: 4.200 habitantes, Carlópolis/PR – população: 13.303 habitantes, Joaquim Távora/PR – população: 9.500 habitantes e Wenceslau Braz/PR – população: 19.900 habitantes, todos localizados num raio de 150 km, somando aproximadamente uma população de 177.998 habitantes que poderão estar se servindo de seus cursos.

Geograficamente, a cidade de Ibaiti se constitui cidade-polo regional, comercial, industrial e estudantil, sendo constantemente visitada pelos munícipes das cidades circunvizinhas que aqui vêm comprar no comércio, visitar os inúmeros estabelecimentos bancários, a agência do INSS, o fórum local, vez que é comarca de entrância intermediária e a extensão da Vara da Justiça do Trabalho. Como centro estudantil pode-se destacar as inúmeras escolas de ensino fundamental e médio existentes, que também servem discentes de toda região, bem ainda, o Núcleo Regional de Educação.

Para atender a demanda estudantil de ensino superior regional, que até então tinha que percorrer, de ônibus, um trecho de mais de 200 km diários (ida e volta) para estudar, nas cidades de Jacarezinho/PR, Ourinhos/SP e Cornélio Procópio/PR um grupo de cidadãos ibaitienses compostos por empresários interessados na busca de alternativas de desenvolvimento, tanto no aspecto empresarial, quanto político/social e humano fundaram a AESI, a fim de disseminar o conhecimento e formar profissionais que pudessem mudar a realidade social e participar ativamente do progresso da região, transformando este contexto social e interagindo junto a outros polos maiores, eis então a concretização de um velho sonho de todos os ibaitienses e de toda região: a instalação de uma faculdade em Ibaiti.

Esta Instituição de Ensino Superior foi credenciada pelo MEC através da Portaria nº 155/2000, de 15 de fevereiro de 2000, estando, em pleno funcionamento desde março de 2000, o curso de Bacharelado em Administração, com Habilitações em Comércio Exterior, Gestão de Negócios e Recursos Humanos, com um total de 150 vagas, passando a Administração Geral em 2005, através da Resolução Nº 4 de 13 de julho de 2005, extinguindo as habilitações e reduzindo o número de vagas para 50. Encontram-se também em funcionamento os cursos de Pedagogia, com Habilitação em Supervisão Escolar, autorizado pela Portaria nº 1.730/2000, de 27 de outubro de 2000, com um total de 50 vagas, em andamento desde fevereiro de 2001; o curso de Bacharelado em Sistemas de Informação, autorizado pela Portaria nº 2.199/2001, de 11 de outubro de 2001, com um total de 50 vagas, em andamento desde fevereiro de 2002 e Bacharelado em Direito¸ também em regime semestral, autorizado pela portaria do MEC nº 420.03 de 02 de fevereiro de 2006, com um total de 50 vagas.

A FEATI, Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti iniciou suas atividades educacionais em fevereiro de 2000, utilizando prédio de uma escola particular localizado a Rua Antônio Martins de Melo, 159, sendo que hoje as instalações da Faculdade, funcionam em prédio próprio, com aproximadamente 3.488,83 metros quadrados de construção e 29.852,05 metros quadrados de terreno, sendo composta de cinco blocos, localizados a Avenida Tertuliano de Moura Bueno, nº 1.400, no bairro Flamenguinho, acomodando nesse local, todos os seus cursos atuais e os futuros, em planejamento.

Com uma demanda educacional crescente, a IES adquiriu cinco ônibus próprios para o transporte de acadêmicos, da Instituição, que não possuem condições econômicas de deslocamento através de veículo próprio. Tais veículos percorrem três linhas diferentes, os quais atendem todas as cidades acima mencionadas e a cidade de Telêmaco Borba/PR, cidade esta de médio porte e que possui uma população aproximada de 61.238 habitantes. Sendo insuficiente o transporte oferecido pela IES para a demanda educacional, as administrações municipais colaboram com ônibus, oportunizando aos seus munícipes o direito de frequentar uma escola de ensino superior.

Com a finalidade de atender a questão social e filantrópica da instituição, esta dispõe do programa de bolsas de estudo parciais a partir de 10% (dez por cento), do valor da mensalidade e bolsas de trabalho, implantadas a partir de 2002, vindo a se constituir como estágios e trabalhos voluntários, em escolas, empresas e organizações da comunidade, viabilizando, assim, o trabalho discente e atendendo o lado social do aluno carente.

Destacam-se, ainda, as seguintes atividades desenvolvidas pela IES: Empresa Júnior, Estágio Supervisionado, Trote Social, SEMAF Semana do Administrador da FEATI, SEMP – Semana de Pedagogia, SEMASI – Semana do Sistema de Informação, Semana Jurídica (realizada em parceria com a OAB). Ciclo de Palestras em Parceria com a Sociedade Rural Regional de Ibaiti.

 

Missão

A Faculdade de Educação, Administração e Tecnologia de Ibaiti, assume, como missão, proporcionar à sociedade local e regional os meios para dominação, ampliação, cultivação, aplicação e difusão do patrimônio universal do saber humano, capacitando todos os seus integrantes a atuar como força transformadora da sociedade.

Mais especificamente, a FEATI destina-se a completar a educação integral do estudante, preparando-o para exercer profissões de nível superior; valorizar as múltiplas formas de conhecimento e expressão, técnicas e científicas, artísticas e culturais; exercer a cidadania; refletir criticamente sobre a sociedade em que vive; participar do esforço de superação das desigualdades sociais e regionais; assumir o compromisso com a construção de uma sociedade mais justa, ambientalmente responsável, respeitadora da diversidade e livre de todas as formas de opressão ou discriminação de classe, gênero, etnia ou nacionalidade; lutar pela universalização da cidadania e pela consolidação da democracia e o conhecimento; a busca de soluções para os problemas da sociedade humana como um todo, especialmente os da sociedade brasileira.

 

UNIESP
Fernando Costa - Presidente da UNIESP

Direção

Diretora Geral:

Profª Edmilsa Bonin Braga

Secretária:
Liara Levy Carneiro

Auxiliares:
Andréia Aparecida de Lima Pina
Tamires Carvalho de Souza

Bibliotecária:
Juliana Aparecida Costa

Projetos Sociais:
Mônica Dayse Elias